Estimativa de força isométrica de mãos humanas pela análise de sinais eletromiográficos

Carregando...
Imagem de Miniatura
Data
05/10/2017
Título da Revista
ISSN da Revista
Título de Volume
Editor
IFSP

Resumo

A medição e o processamento de sinais eletromiográficos (EMG) possui grande importância em muitas aplicações biomédicas, como a reabilitação de pessoas pelo uso de próteses de membros. Os métodos de obtenção, processamento e classificação dos sinais EMG se destacam, pois graças a eles é possível entender o significado de cada intenção de movimento dos usuários de próteses. Um adequado processamento desses sinais garante maior precisão e velocidade de resposta. Este trabalho visa a explicar alguns dos diferentes métodos de processamento de sinais EMG e apresentar os resultados obtidos pela aplicação de um desses métodos para a estimativa da força aplicada às próteses de mão, utilizando sinais obtidos através de eletrodos de superfície ativos, disponibilizados em uma base de dados pública. Primeiramente, os dados foram decompostos, utilizando-se wavelets db44. Foi observado que, quando utilizava-se apenas o coeficiente D4, obtinha-se maior precisão do que quando se utilizava o sinal reconstruído ou outros coeficientes. O coeficiente D4 foi dividido em janelas de 0,2s, com sobreposição de 0,1s e os picos de sinal em cada período foram contabilizados e comparados com o sinal de força medida, apresentando uma precisão média de 60,99%.


Descrição
Palavras-chave
Citação